A|W & trends

A escola do século XXI

A escola do século XXI

Por Maria Regina Ramos

Toda escola garante a crianças e jovens acesso a conteúdos acadêmicos designados para sua idade de acordo com o Ministério da Educação, mas será que no século XXI, isto é suficiente para desenvolver pessoas com habilidades e competências transformadoras?

Sabendo que 85% das crianças que entram hoje nas escolas irão trabalhar em empregos que não existem, como preparar estes alunos para um futuro com tantas incertezas?

O que uma escola deve oferecer além dos conteúdos pré-programados?

Algumas escolas têm respondido a essa pergunta com respostas inovadoras e soluções criativas.

Ao delimitar a empatia, o trabalho em equipe, a criatividade e o protagonismo como as quatro competências transformadoras para enfrentar os desafios do nosso tempo, surge então a necessidade de espaços em que estas quatro habilidades possam ser desenvolvidas amplamente e em sua total plenitude.

A escola do século XXI nasce repleta de espaços de aprendizagem flexíveis e cheias de possibilidades. Embasada na busca de um design ativo, em que as salas multiusos são moldadas pelos próprios alunos, os estudantes podem construir seu próprio espaço, resolvendo desafios e auxiliando na fixação do conhecimento.

A diversidade de mobiliário oferece aos alunos uma postura ativa de aprendizagem! (Já que as antigas carteiras os colocavam em uma postura extremamente passiva, condizente ao aluno “esponja”, que tínhamos em um passado não muito distante.)

O mundo nunca mudou tão rápido como agora!

Os avanços da tecnologia, do conhecimento, da neurociência, das teorias pedagógicas guiam e transformam as salas de aula. Uma sala de aula do século XXI é uma sala emocionante!

Nesta sala, aprender, descobrir, organizar e transformar é divertido e apaixonante: o aprendizado não é baseado em repetição e esquecimento, mas em compreensão e criação. Nesta sala o professor é o projetista de experiências de aprendizagem, envolve seus alunos, negocia os tempos, modos e ferramentas. O espaço é instigante, com cores, texturas e altamente colaborativo, instigando professores e alunos a se motivarem e, consequentemente, aumentarem sua produtividade.  Sem dúvidas, o espaço educa!

related articles