A|W and trends

Robertet: uma fábrica com cheiro de modernidade

Robertet: uma fábrica com cheiro de modernidade

por Camila Srougi

O mundo da perfumaria é muito subjetivo. Como você descreveria um cheiro? Ele pode representar uma pessoa, um sentimento, uma lembrança, … Para nós, pode parecer complicado, mas, para a Robertet, esse desafio de transformar sentimentos em fragrâncias faz parte do trabalho de todo dia.

A Robertet é uma das principais empresas de fragrâncias e aromas e líder mundial em ingredientes naturais. Eles chegaram ao Brasil em 1963 e, com o grande crescimento da indústria, em 1982 optaram por se instalar em Barueri (SP).

Hoje, eles contam com mais de 90 profissionais, incluindo experts, avaliadores e perfumistas que transformam toda essa experiência e esse mundo sensorial em… cheiros!

Por se tratar de algo subjetivo – e até meio artístico – a empresa francesa sempre teve uma imensa preocupação com a imagem. Por este motivo, a fábrica francesa foi projetada pelo mesmo arquiteto responsável por criar a Torre Eiffel. Gustave Eiffel projetou a fábrica, que fica em Provence, no ano de 1875. “E, aqui no Brasil, não poderia ser diferente: precisávamos de uma fábrica visualmente grandiosa também”, completou o Diretor da Robertet no México. Por este motivo, Christophe Enice – que, na época da obra, era CEO da Robertet Brasil – buscou a Athié Wohnrath para projetar e construir os 4.200 m2 da nova sede da empresa.   

O projeto foi muito desafiador por se tratar de uma área urbana e a Robertet não queria se afastar da localização em que sempre esteve instalada. O terreno, que inicialmente parecia grande o suficiente, se mostrou “pequeno” para toda a estrutura desejada. “Com uma equipe multidisciplinar, a A|W conseguiu montar uma fábrica gigante, respeitando todos os fluxos de operação – que já são, por si só, muito complexos, porque temos duas divisões dentro da mesma fábrica”, explicou Christophe.  Com um auxílio da A|W, ao invés de uma fábrica térrea, foi proposta uma estrutura de dois pavimentos, no qual o segundo andar pudesse comportar a armazenagem de produtos químicos.

Mais do que se preocupar com o fluxo produtivo, a nova fábrica traz o cuidado de entregar o melhor espaço para os colaboradores da Robertet. De acordo com Christophe, a A|W criou um espaço em que cada ambiente fosse adequado, tanto para a segurança, quanto para o conforto, o bem-estar e a ergonomia dos colaboradores.

O foco nos colaboradores, aliado às necessidades da empresa, deu origem a uma fábrica que entrega excelência não apenas no produto, mas no cuidado com as pessoas. “Quando tivemos a inauguração com os colaboradores, pudemos ver nos olhares – muitos emocionados – a satisfação de fazer parte dessa história”, contou Francisco Carlos Tosi Marques, atual CEO da Robertet Brasil.

A transformação na Robertet foi muito além dos espaços físicos. Para Christophe Enice, a nova fábrica tem “cheiro de uma nova era, capaz de suportar o crescimento que a empresa teve nos últimos anos e, principalmente, a evolução que terá nos anos que estão por vir”.

related articles